MORTALIDADE POR CAUSAS RELACIONADAS À GRAVIDEZ, PARTO E PUERPÉRIO NAS MACRORREGIÕES E ESTADOS BRASILEIROS: UM ESTUDO RETROSPECTIVO (2009 A 2018)

  • Ana Carollina Rodrigues Ribeiro
  • Ana Paula de Lima e Silva
  • Jessica Aparecida Ferreira Silva
  • Lívia Maria de Araújo
  • Naysllara Freitas Silva
  • Emylle Maria Martins Borges FAQUI
Palavras-chave: Brasil. Gravidez. Mortalidade. Parto. Puerpério.

Resumo

Objetivos: Assim, o presente estudo objetivou relatar e comparar as prevalências de mortalidade para causas relacionadas à gravidez, parto, puerpério e traumatismo no parto nas diferentes macrorregiões e Estados brasileiros. Material e métodos: Foi realizado um estudo longitudinal retrospectivo em um período de dez anos (2009 a 2018), em base de dados do Ministério da Saúde (Datasus). Foi considerado para este estudo dados relacionados à óbitos na gravidez, parto, puerpério, e traumatismo de parto (CID-BR-10, 088-092 095). As taxas de mortalidade foram normalizadas para 100 mil habitantes e comparadas entre o período do estudo, e as macrorregiões e Estados do país. Os dados foram tabulados no Excel e analisados por meio do programa SPSS versão 22.0. Resultados: Foram evidenciados um total de 732 óbitos no período do estudo. Deste total dispersado nas diferentes macrorregiões do país, norte (N = 108; 14,75%), nordeste (N = 306; 41,80%), sudeste (N = 198; 27,05%), sul (N = 67; 9,15%) e centro-oeste (N = 53; 7,24%). Após normalização dos dados, as regiões norte e nordeste, assim como os Estados do Acre, Roraima e Amapá se destacaram em relação às prevalências de mortalidade (p<0,05). Conclusões: O presente estudo demonstra as principais regiões do Brasil que carecem de maior apoio e direcionamento à prevenção de doenças crônicas vinculadas aos óbitos gestacionais, bem como à uma atenção eficaz à saúde da mulher em seu estado gestacional, durante e após.

Biografia do Autor

Ana Carollina Rodrigues Ribeiro

Acadêmica do curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. Quirinópolis, GO, Brasil. Autora correspondente: carolacrr62@gmail.com.

Ana Paula de Lima e Silva

Acadêmica do curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. Quirinópolis, GO, Brasil. amplesilva@gmail.com

Jessica Aparecida Ferreira Silva

Acadêmica do curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. Quirinópolis, GO, Brasil. jessicaafs98@gmail.com

Lívia Maria de Araújo

Acadêmica do curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. Quirinópolis, GO, Brasil. liviamaraujo@gmail.com

Naysllara Freitas Silva

Acadêmica do curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. Quirinópolis, GO, Brasil. naysllarafreitas@gmail.com

Emylle Maria Martins Borges, FAQUI

Docente do Curso de Enfermagem. Faculdade Quirinópolis, FAQUI. E-mail: enf_emylle@hotmail.com

Publicado
2021-09-17
Seção
Artigos